segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

CRISTO NA BÍBLIA - 1ª, 2ª, 3ª JOÃO (O CRISTO QUE VEIO EM CARNE)

CRISTO NA BÍBLIA   (Pr. Eudes)
1ª, 2ª, 3ª JOÃO -  O CRISTO QUE VEIO EM CARNE

O apóstolo João escreveu cinco livros canônicos (O Evangelho de João, 1ª, 2ª, 3ª João, e Apocalipse). No Evangelho, João enfatiza Cristo como o Filho Unigênito de Deus. No Apocalipse, O Primeiro e o Ultimo, o Alfa e o Ômega, e nas suas epístolas João enfatiza Cristo como o Deus encarnado. João escreveu 1ª João para combater uma heresia que grassava na Igreja da época sobre a pessoa de Cristo, que ensinava que Jesus não viera em carne. Na sua 2ª carta João adverte a Igreja sobre os falsos mestres que perambulavam pelas Igrejas na época, ensinando falsas doutrinas. Em 3ª João, o autor sacro adverte a Igreja sobre uma liderança autocrática que presidia uma das Igrejas locais da época, que estava sob a supervisão apostólica. O Gnosticismo que João combatia era a mais perigosa heresia que rondava a vida das Igrejas da época, ensinava que a salvação não era pela graça divina mediante a fé em Cristo, e sim através dum conhecimento profundo oriundo de um sincretismo que misturava doutrinas cristãs, paganismo e filosofia grega. Era uma religião esotérica. Em relação à pessoa de Cristo, o Gnosticismo ensinava que Ele não tinha um corpo físico, real, e sim uma aparência de corpo, ou seja, Cristo não era humano e não era o Deus que encarnara. “Amados, não creiais em todo espírito, mas provai se os espíritos são de Deus, porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo. Nisto conhecereis o Espírito de Deus: todo espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne é de Deus; e todo espírito que não confessa que Jesus Cristo veio em carne não é de Deus; mas este é o espírito do anticristo, do qual já ouvistes que há de vir, e eis que está já no mundo” 1 Jo 4.1-3. João ainda combate com o seu Evangelho e com a sua primeira carta, cuja ênfase é na deidade de Cristo, aquele ensinamento gnóstico que dizia que Jesus não era Deus e sim um deus: “Nisto conhecemos que estamos nele, e ele em nós, pois que nos deu do seu Espírito, e vimos, e testificamos que o Pai enviou seu Filho para Salvador do mundo. Qualquer que confessar que Jesus é o Filho de Deus, Deus está nele e ele em Deus”. 1 Jo 4.13-15. (Veja ainda Jo 20.31). Sobre a humanidade de Cristo, João disse que o Verbo divino, o Deus Filho, se fez carne e habitou entre nós (Jo 1.14). E sobre a deidade de Cristo, tanto o Evangelho de João como a 1ª carta de João diz que Jesus é o Filho de Deus (Jo 1.1-3; 1 Jo 5.20). João ainda apresenta a Cristo na sua humanidade como paradigma e modelo a ser imitado. “Aquele que diz estar nele, também deve andar como ele andou” 1 Jo 2.6.
Pr. Eudes Lopes Cavalcanti

Nenhum comentário: